Informações Úteis

A Triplab reúne diversas informações para tornar a sua viagem mais segura e completa.Confira nossa listade orientações, informações e links úteis:

Viajando com crianças e menores de 18 anos

Escrito por: Enzo Marzo

Em viagens nacionais

A criança com até 12 anos pode embarcar se estiver acompanhada de pelo menos um familiar até 3º grau (pais, irmãos, tios ou avós) maior de 18 anos. Para facilitar a comprovação de parentesco leve sempre o RG + certidão de nascimento do menor e o RG do responsável.

Caso a criança esteja com um adulto que não seja parente até 3º grau ou não tenha como comprovar, se torna necessário uma autorização escrita pela mãe, pai ou responsável legal com firma reconhecida em cartório ou uma autorização judicial.

Menores de 5 anos e sem a presença de adultos não podem embarcar. Entre 5 a 12 anos mesmo com a autorização dos pais porém sem um adulto acompanhando, precisa solicitar a cia aérea um acompanhante durante a viagem (serviço cobrado pela cia aérea).

Acima de 12 anos podem embarcar desacompanhados e sem autorização em território nacional.

 

E para viagens internacionais

Para não precisar de autorização somente viajando com o pai e a mãe juntos. Se o menor de 18 anos estiver viajando com apens um dos pais, vai precisar da autorização do pai/mãe que não estiver junto. Hoje já é possível incluir essa autorização na hora de fazer o passaporte do filho. Caso não tenha em passaporte, será necessário levar a autorização impressa em 2 vias e com firma reconhecida em cartório.

Caso o menor de 18 anos não esteja viajando com nenhum dos pais, é necessário a autorização tanto do pai quanto da mãe. Menores de 5 anos desacompanhado de pelo menos um dos pais ou responsável legal não podem embarcar.

 

Crianças Órfas: no caso de falecimento de um dos pais é obrigatório apresentar a certidão de óbito original. Se a criança é órfã de ambos os pais é necessário a autorização judicial do responsável ou tutor

Adoção: se o menor for adotivo e não tiver o mesmo sobrenome dos pais adotivos no passaporte (ou documento de embarque) deverá ter uma autorização judicial para viajar acompanhado dos pais adotivos.